Cirurgia plástica de redução dos seios

Veja mais tratamentos estéticos:

 

Pós-operatório

 

Descubra e compartilhe a experiência de fazer uma cirurgia plástica.

Introdução 

 

A hipertrofia mamária ou gigantomastia (seios grandes) pode trazer diversas limitações, tanto sociais quanto físicas ou psicológicas. Está indicada a cirurgia de redução dos seios quando a paciente já atinge a idade adulta. No entanto, algumas vezes, a cirurgia plástica se faz necessária ainda na adolescência quando o volume dos seios se tornan um grande incomodo para a mulher.

 

Sobre a Cirurgia

 

A cirurgia de redução dos seios pode ser realizada com anestesia geral ou peridural. A quantidade de tecido mamário a ser retirado dependerá do desejo da paciente e do exame físico. A cicatriz resultante final mais comum é uma ao redor da aréola associada a um "T" invertido. Algumas vezes pode ser usado dreno para diminuir a chance de formação de hematomas. As assimetrias entre as mamas normalmente permanecem, porém de uma forma mais amena. A alta pode ser dada no mesmo dia ou no dia seguinte, dependendo da evolução pós-operatória.

 

Pós-operatório

 

A retirada de pontos normalmente é feita após 14 dias. O formato final normalmente será notado ao final do 6 mês de cirurgia, durante esse período é normal ocorrer variações de volumes entre os seios. A recuperação para atividades diárias é de 2 a 4 semanas e exercícios após de 6 semanas.

Perguntas e Respostas

 

 

1-Quando realizada a redução dos seios  ainda jovem, interfere na amamentação?

R: Pode interferir. Com o tempo os canalículos sofrem regeneração, porém por conter tecido cicatricial pode reduzir a chance de amamentar.

 

2- Durante a amamentação eles podem voltar a crescer?

R: Sim. Embora o normal seja uma redução após a amamentação, alguns casos permanecem com o volume aumentado.

 

3- Mesmo depois da cirurgia plástica, os seios podem permanecerem grandes?

R: Em alguns casos sim. Nos casos das gigantomastias, onde as vezes se retira até 1,5 Kg, pode comprometer toda a mama se tentar reduzi-la mais do que o permitido.

 

4- Realizei a cirurgia de redução, porém com o tempo meu seio ficou flácido. Se eu quiser colocar uma prótese futuramente, é permitido?

R: Sim. Algumas vezes com o passar do tempo, o tecido glandular se atrofia e sofre uma liposubstituição (troca por tecido gorduroso). Isso reduz o volume causando uma ptose (queda) da mama que pode ser corrigida com uma mastopexia ou inclusão de prótese dependendo do caso.

 

5-  As dobras perto da axila saem na cirurgia?

R: Não, mas reduzem de tamanho. Durante a cirurgia plástica da redução parte da pele é tracionada, isso reduz mas não elimina o excesso de tecido adiposo nas dobras axilares.

 

6- Tenho as mamas muito juntas, com a redução existe essa separação?

R: Quando as mamas se juntam na linha central, isso é conhecido como simastia. Embora a redução das mamas possa deixá-las mais afastas, a junção entre elas na parte medial continuará.



Se ainda possui perguntas que não foram respondidas aqui, mande uma mensagem que estamos à disposição para esclarecer todas as suas dúvidas. Lembre que, durante a consulta, serão fornecidas mais informações e explicações.